17 de jul de 2006

A volta do Mercado

Uma das tantas refeiçoes, no Mercado Público, aqui em Rio Grande, me lembrou um pouco como poderia ser este mesmo lugar nos tempos dos vapores. Aqueles veleiros que durante muito tempo foram a principal ligação comercial do RG com o centro do Estado. Ajudado por fotos e "relatos" de um sobrevivente, chamado Célio Soares, que lembra de tudo por causa das pesquisas, passei a acreditar que o local foi mais vivo, mais cheio de gente, e até mesmo mais bonito. Seri o que hoje se conhece como Centro comercial e gastronômico ao mesmo tempo. Se vendia, trocava, comprava , mas também se comia, comida é claro...
Quero dizer isso porque estamos, todos, na expectativa de reencontrar no prédio, com a revitalização do Rincão da Cebola, junto ao Porto Velho, outra vez a velha e civilizada reunião de todos em volta do seu mercado. Em qualquer lugar esse é um espaço sabrado, santuário de conversas cotidianas e mais recentemente local de atração turística.
Essa é a chance mais rápida da cidade descobrir porque o porto começou justamente alí, ou porque o mercado foi criado justamente alí junto ao porto, que é o mais bonito lugar da cidade.
até a próxima.